terça-feira, setembro 18, 2001

Olá pessoal que lê esse blog (ainda num me acostumei com esse nome). Faz um tempo já que não dou as caras por aqui, então vou tentar fazer um breve resumo do que fiz nesses dias. Sexta: fiquei sabendo que não passei num concurso da promotoria e continuo sem emprego. Mas pelo menos vi minha namorada! Sábado: aula de inglês de manhã bem básica... mais à noite teve um jantar com comidas japonesas na casa de uma amiga do inglês e até minha professora foi. A gente não perdoou os incidentes nos EUA e muitas piadas foram feitas! Saindo de lá fui pra um barzinho com minha namorada; o bar num era tão legal assim (mto. pequeno) mas valeu pq estava com a Eliz hehehehe... Domingo eu fui a casa de um amigo começar as gravações das músicas que irão tocar na festa de bodas de prata dos meus pais que eu estou organizando. Segunda: faculdade pé no saco a minha. Está chegando a hora da verdade, minhas provas. Pior que eu num to com a mínima vontade de estudar. To tão cansado... Mas pelo menos nesse dia, pra compensar a gripe que peguei, fui convidado a tocar em uma banda de ska ! E aceitei claro !!! Terça: Continua o pé no saco a faculdade. Estudei umas 5 páginas de matéria, continuo sem vontade de estudar. Fiz uns negócios pra minha mãe no banco, fui no médico, melhorei um pouco da gripe, continuei gravando as músicas e fiquei sabendo que a banda em que eu tocava, a Fracta, acabou. A vocalista engravidou e isso acabou com a banda. E pra fechar, fechei as músicas que eu vou gravar num cd de baladinhas:

1-) Patience (Guns’n Roses) 9-) Take My Breathe Away (Berlim)
2-) More Than This (10,000 Maniacs) 10-) Eternal Flame (Bangles)
3-) Lady in Red (Chris DeBurgh) 11-) Don’t Dream Is Over (Crowded House)
4-) Toy Soldier (Martika) 12-) I’ll Be Over You (Toto)
5-) The One (Elton John) 13-) Against All Odds (Phil Collins)
6-) Total Eclipse From The Heart 14-) I Wanna Know What Love Is (Foreigner)
7-) Every Breathe You Take (Police) 15-) Careless Wishper (George Michael)
8-) Angie (Rolling Stones) 16-) Sailing (Christopher Cross)
17-) Glory Of Love (Peter Cetera)



Ao som de Wind Of Change , fico por aqui Marcel

terça-feira, setembro 11, 2001

Estou completamente chocado com as cenas que hoje na televisão; tudo bem que eu não era fã dos EUA e não concordava com a imposição aplicada nos países de menor poder aquisitivo. Mas quando vc ouve que o número de vítimas pode ultrapassar de 50 mil pessoas, o que podemos pensar? Imagine vc, indo para sua faculdade ou trabalho e do nada estoura um avião em vc. Ou vc vê algum parente ou ente querido seu morrendo por uma causa que nem é a dele ! Eu me pergunto, onde está a paz? Ou melhor, que tipo de futuro teremos que crescer? Se ninguém se ligou ainda, isso nos atinge de forma profunda, pois se realmente estourar uma guerra, nossas economias irão pro saco. Ou pior ainda, algum amigo seu poderá ir parar no exército (caso vcs naum saibam, em situações de guerra até os reservistas, como eu, são convocados).

E vêm mais por ai; o futuro caótico apontado em filmes como Mad Max, onde matava-se por combustível e Tank Girl, onde matava-se por água já foram provados que estão próximos de acontecer e num período de no máximo 50 anos, quando muitos de nós ainda estaremos vivos. O apagão? Pra quem num se informou, no ano que vêm ele continua. Os impostos não irão mais sumir do mapa e o custo de vida estará cada vez mais caro. O mercado de trabalho cada vez mais cheio. Iremos viver ou sobreviver? E o que fazer??

Não podemos assistir à tudo isso de braços cruzados. Guerra civil também não é a solução. Mas naum podemos mais sermos hienas, comer merda e ainda rir. Não se pode aceitar tudo o que impõem pra gente. Devemos brigar pelos nossos direitos, deixarmos de sermos patriotas somente quando toca o hino do país quando alguma seleção de qq esporte está jogando. e o mais importante, vivermos nossas vidas da melhor forma possível, sermos mais tolerantes aos defeitos dos outros, às suas escolhas.
Renato Russo já dizia que era preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã e ele estava certo ! Fazer de cada minuto nosso, o mais importante da vida. Amar a vida, e vivê-la respeitando o próximo, ao invés de distribuirmos rostos fechados, um sorriso, um bom dia. E, por mais que muitos possam achar irônico o que vou dizer, formarmos uma corrente de pensamentos positivos, pois assim, será o começo em que uma fagulha começará a atear fogo sobre a esperança de um futuro promissor a nós mesmos.

Marcel

segunda-feira, setembro 10, 2001

O amor pode acontecer


Há muito que me queixava de não ter um grande amor;
Lembro-me das conversas com os amigos: todos me diziam
“Hey, levanta essa cabeça cara! Tudo ao seu tempo”

Mas eu não acreditava, e me afundava no meu quarto,
Gastava horas escutando o barulho do vento bater em minha janela.
O propósito disso nem mesmo eu sabia, mas eu estava errado.

E no final das contas as pessoas estavam corretas;
Um passeio despretencioso, uma ida à uma danceteria
O amor aconteceu. Aquele sentimento bobo de quem está se apaixonando tomou conta de mim.
Como se o vento não mais batesse em minha janela,
e me cobrisse com um abraço de uma amante

Não tenho medo se isso vai permanecer um dia ou um ano,
Uma das coisas que aprendi é que o tempo é impreciso,
Devemos aproveitar o tempo em que estamos com alguém
E pode acreditar: o amor pode acontecer !

Resolvi fazer isso pq completei 3 meses de namoro heheheheheheheheheheheehhe
E eu adoro minha namorada !

quinta-feira, setembro 06, 2001

saca só a canção que inventei hj:

Motivos para questionar

Uma vez, em algum lugar, eu procurei uma resposta,
Para uma pergunta que eu nem sei; respiro pq vivo,
Vivo pq respiro; e a vida pode não passar disso
Uma noite qualquer, em um minuto perdido,
Olhei pra cima e reparei na lua, iluminando o céu escuro.

Será esse o papel da lua? Iluminar nossa noite?
Cada elemento então tem uma função? O que nos conecta?
Pq um simples amanhecer ou entardecer fez de meus olhos uma poça d’água?
Então, qual é o meu papel nessa peça teatral chamada vida?

Sim, cada singela vida está ligada por um átomo em comum;
Planetas, plantas, animais são na verdade um: o amor,
A única coisa capaz de sobreviver em meio a explosão da evolução;
O amor há de sobreviver e reconstruir o que foi destruído;
A beleza do não fazer nada, a razão de se fazer algo sem razão

Então irei girar com o planeta, com destino para aonde agora estou,
Conectado com o vento que sopra meus cabelos,
Com a chuva que me refresca, e com o fogo que me aquece,
Faço de minhas palavras uma canção a ser cantada
Para quem tem o dom de escutar o silêncio.

segunda-feira, setembro 03, 2001

Faz tempo que eu não escrevia no Blog né? Bem, vou tentar resumir meus dias então ...Minha mãe descobriu que ela vai ter que operar de novo, dessa vez é um cisto que está se formando dentro ds bexiga e fora, pressionando-a. Assim, é mais ou menos grave, pois não pode mexer dentro da bexiga, pois não pode haver sangramento nesse órgão. Serão necessários 6 médicos... O perigo está que ela não pode mais tomar anestesia geral, pois é um risco afinal de contas ela já fez 18 cirurgias e o corpo dela pode não resistir. Pra dizer a verdade a vcs, eu venho temendo essa situação há 3 anos mais ou menos (do risco de vida dela). Mas eu fui criado
para que se algo acontecesse, eu fosse forte o bastante para me virar. E confesso que tenho me saído bem, pois num posso contar com a força do pessoal daqui de casa. Eles tem menos estrutura do que eu.

Eu tenho esperança de que tudo vai dar certo e que sairemos mais dessa. A gente já enfrentou muitas coisas que não iremos parar até que alguém nos diga para pararmos. Aliás, adoro que as pessoas me subsmetimem e me achem fraco e depressivo... pq com certeza são as primeiras que ficam de boca aberta quando me conhecerem de verdade e verem que tem muito mais a aprender comigo do que ensinarem. Um exemplo disso ;e na faculdade, onde estão me tratando como se fosse um traidor, devido ao fato de eu ter tomado conhecimento de um concurso público e não ter avisado ninguém. Oras, o avisoestá na parede da faculdade, pq eu tenho que ficar avisando. E outra, eles estão trabalhando e estão bem lá. Eu preciso muito mais do que eles desse estágio que ví. Mas deixa; na hora certa cada um terá o que merece. Não serei eu quem irá mostrar isso, a própria vida se encarrega. Bando de mimados...

Com certeza, eu nunca estive tão seguro de mim mesmo e das minhas capacidades, do que posso fazer. Ainda não conheço meus limites e sei que posso - e vou - alcançar níveis bem altos. As coisas boas do final de semana claro que ficaram a cargo da minha namorada. Eu costumo passar momentos muito legais com ela e claro que num iria ser diferente dessa vez. A Erica saiu com a gente tbm e foi muito legal, pq as duas ( a Keka e a Eliz ) tem um jeito descontraído... muito interessante.

É isso, fico por aki, tentando entender pq o filme da Nicole Kidman mexeu tanto comigo e recomendando duas músicas para se escutar lendo esse blog: Nookie do Limp Bizkit e One Step Closer do Linkin Park (sim, músicas pesadas e agressivas fazem parte do meu gosto agora). Se cuidem crianças.